Mel Hoffmann

Consultoria em Comunicação Personalizada
Navegando com elegância e estilo: Azimut 56

As belas paisagens, a tranquilidade e o frio não tão rigoroso tem colocado o Brasil entre os destinos ideais para navegação durante os meses do inverno.

Ao contrário da Europa, o Brasil tem potencial para náutica o ano todo. No inverno, as temperaturas se mantêm amenas. Além disso, com a redução das chuvas, as paisagens ficam ainda mais belas e convidativas para se aproveitar as marinas, os iates clubes e outros complexos náuticos, diz o diretor comercial da Azimut Yachts Francesco Caputo, que representa na América Latina, o maior construtor de iates de luxo do mundo.

Azimut 56 em alta no inverno brasileiro

Um dos modelos de maior aceitação no país é a nova Azimut 56. A praça de popa da embarcação é um diferencial no modelo. Apesar de ser um ambiente externo do barco, a proteção superior e a integração com o salão principal garantem aconchego e praticidade para o lazer e para refeições ao ar livre. Na extremidade, a plataforma de popa é mais um atrativo, que integra, no espelho da popa, um espaço gourmet com pia e churrasqueira adicional.

O flybridge, pavimento superior, é cercado de amplos sofás que o transformam em um charmoso lounge para apreciar os sunsets do inverno. Conta ainda com espaço para refeições, grill e posto de comando secundário. Em dias de calor, comuns no inverno do país, é possível aproveitar ao máximo os espaços de relaxamento também localizados na proa.

O salão principal, perfeitamente integrado à praça de popa, conta com áreas de estar e jantar, cozinha em um nível inferior o que gera mais amplitude ao ambiente, e posto de comando principal. No pavimento abaixo, três quartos e dois banheiros devidamente equipados acomodam 6 pessoas confortavelmente para pernoite.

Se o design exterior da Azimut 56 chama a atenção pela imponência e pelo belo e exclusivo projeto desenvolvido pelo designer italiano Stefano Righini, o interior tem acabamentos e equipamentos de alta qualidade e tecnologia como é o caso de tecidos e couro italianos, eletrodomésticos da marca Mielle, madeira, mármore e outras pedras nobres nos banheiros, iluminação em LED e possibilidade de automação.

Em termos de tecnologia, a Azimut 56 carrega uma tendência mundial da marca no material construtivo. O flybridge e a casaria são construídos com tecidos combinados com GRP (fibra de vidro) e fibra de carbono, comumente utilizada em carros de corrida como na Fórmula 1, o que deixa a embarcação mais leve, resistente e garante melhor navegabilidade. O iate é equipado com dois motores de 725 HP cada (533 kW) Volvo D11. Atinge uma velocidade de cruzeiro de cerca de 26 nós e máxima de 32 nós.

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.